Ministra continua acreditando no plano de controle do desmatamento – ONGs, nem tanto


Fonte: Amazonia.org.br
Em reunião realizada ontem 25, no Ministério do Meio Ambiente, a ministra Marina Silva discutiu com organizações da sociedade civil, dentre elas a Amigos da Terra-Amazônia Brasileira, proposta de nova etapa do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia, e tratou das iniciativas em curso no Congresso Nacional para alterações no Código Florestal.

Apesar de não viabilizada a transversalidade requerida pelo plano interministerial, e da forte mobilização da bancada ruralista para flexibilizar os índices de reserva legal, bem como os critérios para sua recomposição/compensação, a ministra continua acreditando no primeiro como instrumento de ordenamento fundiário na Amazônia e de mitigação dos impactos ambientais das políticas de fomento do governo sobre a floresta, e não vislumbra possibilidades de transformar a MP 2166 em lei.

Embora no sexto de seus prováveis oito anos de gestão e no quinto de sete possíveis anos de vigência do plano interministerial, a ministra continua demonstrando fé no alcance desse instrumento de política, mesmo depois de estar na segunda edição de medidas especiais de comando e controle em municípios que mais desmatam na região, sem resultados efetivos na primeira.  O vazamento de desmatamento dos atuais 36 municípios para outras áreas, como já aconteceu no passado recente, também não demove a ministra de sua confiança no plano de controle.  Por outro lado, não vê clima favorável à transformação da MP em lei, apesar do grande risco de os ruralistas viabilizarem seu intento, mormente num ano de eleições, em que a práxis também é pela maior flexibilização do governo à sua base de apoio no Congresso.  Ano passado, o MMA explicitou apoio a mudanças no Código pretendidas pela bancada ruralista.

No geral, as organizações da sociedade civil continuam bastante céticas em relação à eficácia do plano governamental de controle do desmatamento, mesmo revisado, e parte delas está convencida de que transformar a MP em lei é a forma mais eficaz de conter as investidas dos ruralistas contra o Código Florestal e sinalizar para a sociedade que o Estado tem poder de governo sobre a floresta.

Pressionado governo coloca forças nacionais para fiscalizar madeireiras

Todas as medidas que estão sendo tomadas pelo governo agora já estavam
ditadas pelo Prefeito Cesar Maia como medidas únicas para resolução do nosso
problema principal na Amazônia: O desmatamento. Veja o link:

Acontece que agora a desmatamento tomou proporções tão dantescas que a mídia
internacional pressionou o presidente a ponto dele não ter escolha, a não
ser dar respaldo a única pessoa que realmente entende e tem comprometimento
para fazer essa mudança: Marina Silva.

Um ponto que não foi comentado ainda é como as famílias que vivem do
extrativismo agressivo da floresta poderão se sustentar ? Com o dinheiro
gasto no Bolsa família o governo poderia criar estratégias de implementação
da PERMACULTURA. Existem muitos projetos de PERMACULTURA que deveriam estar
entrando conjuntamente com as forças nacionais para revolucionar a vida das
famílias e ser uma nova forma de preservação ambiental.

26/02/200812h09

PF, Ibama e Força Nacional fiscalizam madeireiras de Tailândia

da Folha Online

A Polícia Federal, em conjunto com o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e a Força Nacional de Segurança Pública, deflagrou hoje a Operação Arco de Fogo, em Tailândia (PA). O objetivo da operação é combater o desmatamento ilegal na região amazônica.

De acordo com a PF, a operação começou hoje com um trabalho de fiscalização das madeireiras. Ontem, os homens que participam foram deslocados para Tailândia. São 300 pessoas, entre agentes da PF, Ibama e policiais da Força Nacional. Outros 200 policiais militares do Pará reforçam a operação.

A Força Nacional de Segurança e a Polícia Federal vão estabelecer bases permanentes em Tailândia (PA) para conter a atividade madeireira ilegal e eventuais novos protestos contra as fiscalizações, segundo o ministro Tarso Genro (Justiça). Ele disse ontem que há um “vácuo da presença do Estado” no local.

Segundo o ministro, a PF vai estabelecer cerca de dez bases permanentes em Tailândia e nos acessos à cidade para atuar nas vias de transporte da madeira ilegal. Tarso disse que não há prazo para os policiais deixarem as bases.

“A nossa idéia é instituir esses postos para que a atividade [exploração ilegal de madeira] passe a ser antieconômica, porque não adianta eles abaterem [a madeira] se não vão poder transportar, já que estaremos nos pontos-chave por onde as madeiras passariam”, afirmou o ministro.

O diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, disse ontem que a fiscalização será permanente. “O fato novo é a permanência, e não uma operação episódica. Esse é o diferencial. O que combater, isso está na rotina da PF. O diferencial foi construir um planejamento que permitisse uma permanência mais prolongada naquela região.”

Leilões

A governadora do Pará, Ana Julia Carepa (PT), afirmou nesta segunda-feira que vai “reforçar as ações de combate” ao desmatamento na região Amazônica por meio de um novo modelo de desenvolvimento. Ela disse ainda que a mudança na regulamentação na realização de leilões de madeira –apreendida em fiscalizações na região– vai colaborar para essas ações, incentivando o desenvolvimento econômico e social na região.

“Queremos incentivar um novo modelo de desenvolvimento na Amazônia onde nossos recursos naturais possam ser utilizados sem destruir [o meio ambiente]“, disse a governadora, que participou de cerimônia no Palácio do Planalto.

Conflito

Na semana passada, madeireiros e policiais militares entraram em confrontono município de Tailândia durante série de protestos contra uma operação do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para a apreensão de madeira ilegal na região.

O secretário de Administração de Tailândia, Cristóvão Vieira, diz que a movimentação financeira fruto da extração da madeira, das serrarias e carvoarias é de cerca de 70% dos recursos que circulam hoje na cidade. “Se os setores fecharem, Tailândia se inviabilizará.”

Emancipado há 19 anos e com receita mensal de R$ 3 milhões, o município de 67 mil habitantes de Tailândia surgiu a partir da exploração da floresta há cerca de 40 anos.

De acordo com o secretário, nesse período, 60% da cobertura vegetal original de Tailândia, que tem 4.440 km2, se perdeu. Vieira não culpa, porém, apenas os madeireiros pela situação. Para ele, faltou também fiscalização e orientação das autoridades federais.

Com Agência Brasil

Madeireiros impedem retirada de madeira ilegal no Pará

 Publicada em 19/02/2008 às 22h38mRonaldo Brasiliense – O Globo; ORM.com  BELÉM – A situação ficou tensa nesta terça-feira no município de Tailândia, no Pará. Madeireiros que foram multados e tiveram apreendidos mais de 15 mil metros cúbicos de madeira na operação Guardiões da Amazônia, do governo estadual do Pará, impediram a saída de 15 caminhões carregados com a madeira que seria transferida para Belém. Cerca de 10 mil pessoas, insufladas pelos nadeireiros, entraram em confronto com a polícia, bloquearam a rodovia PA-150, que dá acesso ao município, atearam fogo em uma ponte e tentaram invadir a prefeitura. O Batalhão de Choque da PM foi atacado com pedras e respondeu com bombas de efeito moral. Segundo o Ibama, os donos de serrarias também ameaçam demitir funcionários devido às apreensões. Por causa da forte reação, o governo federal adiou o início da operação Arco de Fogo, de combate aos desmatamentos Amazônia, prevista para começar nesta quinta. O dia em que ela começará não foi divulgado. ” Dados da inteligência recomendaram uma readequação dos nossos planos “



- Dados da inteligência recomendaram uma readequação dos nossos planos – disse o diretor da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. O Batalhão de Choque da PM foi chamado para o local e conseguiu resgatar seis fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente que organizavam a retirada dos caminhões mas que foram presos dentro da madeireira Taiplac, sob ameaça de agressão. - Eles não só estão impedindo a passagem de veículos como partiram para depredar a Prefeitura, mas conseguimos evitar. De lá, fugiram para depredar outros prédios públicos. Eles voltaram para a ponte, mas ninguém ficou ferido – disse o Major Neil Duarte, subcomandante do Batalhão de Choque da PM, durante a confusão. Fiscais da Secretaria de meio Ambiente do Pará (Sema) ficaram duas horas em cárcere privado na serraria Tailaminas Plac Ltda, de Flávio Sufredini, onde foram apreendidos 822 metros cúbicos de madeira. Os fiscais só foram resgatados após a chegada do batalhão de choque da Polícia Militar. Foram fechados os acessos aos pátios das madeireiras Taiplac, Primavera e G.M Sufredini Industrial, que sofreram as maiores baixas na operação. Na Taiplac, os fiscais do Ibama encontraram mais de 5 mil metros cúbicos de toras armazenadas, todas cortadas ilegalmente. ” Tivemos que deixar Tailândia só com a roupa do corpo “



- Tivemos que deixar Tailândia só com a roupa do corpo – contou a fiscal Deuza Aquino, que foi transportada com outros cinco funcionários da Sema até a sede do município de Goianésia sob escolta policial. Cerca de 120 homens do Batalhão de Choque da PM fizeram a segurança no local, mas até o início da noite aguardavam a chegada de outros 200 oficiais. Operação apreendeu mais de 10 mil metros cúbicos de madeira irregular A operação Guardiões da Amazônia começou no dia 11 de fevereiro e acontece em parceira entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Desde o início da ação, já foram fiscalizadas e autuadas dez serrarias no estado, além de uma carvoaria e uma mineração de areia que funcionavam sem licença ambiental. Tailândia não está na lista dos 150 maiores devastadores de floresta do Brasil, mas é um pólo madeireiro com 150 serrarias, voltado para exportação. Dos 150 devastadores, 36 terão a fiscalização intensificada, já que são áreas de grandes índices de desmatamento. No Pará, 12 municipios serão fiscalizados pelos órgãos competentes.

Entenda a proposta de anistia para desmatadores

Medida em estudo pelo governo pode anistiar desmatadores como forma de incentivo à preservação da Amazônia. Saiba mais

imagem-amaz.jpg

ACABAR COM A AMZÔNIA LEGAL E COM A REAL TAMBÉM. É ISSO QUE OS GANACIOSOS QUEREM

APESAR DE TODOS OS RUMORES CRIADOS COM A DEVASTAÇÃO CRIMINOSA DA AMAZÔNIA. OS INDESCENTES DOS DEPUTADOS AINDA ESTÃO TENTANDO RETIRAR, TRÊS ESTADOS DA PROTEÇÃO DE 80% DAS PROPRIEDADES PRIVADAS (AÇÃO QUE NÃO EXISTE DE FATO , POIS ELES JÁ DESTROEM MAIS QUE 20% COM QUEIMADAS VERGONHOSAS). TUDO ISSO POR UMA AMBIÇÃO, QUE VAI CONSUMIR A TODOS EM MENOS DE 50 ANOS, COM O FIM TOTAL DA AMAZÔNIA.

Grupo quer diminuir a Amazônia Legal

FELIPE BÄCHTOLD
da Agência Folha
Em meio à escalada do desmatamento que levou o governo federal a suspender o abate de árvores em 36 municípios e criar um esquema especial de fiscalização, a Amazônia Legal poderá ter sua área reduzida em até um quarto, caso dois projetos de lei que tramitam no Congresso sejam aprovados.
As propostas pedem a retirada de Estados da área. Os excluídos seriam Mato Grosso, principal foco do aumento da devastação medida pelo Inpe nos últimos cinco meses de 2007, Tocantins e parte do Maranhão. Em toda a Amazônia Legal, as propriedades rurais precisam manter reservas de 80%, segundo a legislação.

Produtores rurais e um dos autores dos projetos argumentam que a vegetação desses Estados não é formada em sua maioria por floresta amazônica. Também afirmam que a conseqüência das atuais regras leva produtores rurais ao prejuízo. Ambientalistas, no entanto, temem que, com uma mudança, a degradação das matas se agrave ainda mais.

O deputado federal Osvaldo Reis (PMDB-TO), autor de uma proposta de retirada do Tocantins da Amazônia Legal, diz que a permanência do Estado na região deixa a economia “tolhida”. “Não temos área suficiente para produzir porque o Estado está na Amazônia Legal sem ter áreas de mata.”

O outro projeto que sugere mudanças, do senador Jonas Pinheiro (DEM-MT), já foi aprovado em uma das comissões do Senado em 2007. Segundo dados do IBGE, Mato Grosso tem quase metade do território em área de bioma da Amazônia.

A Federação da Agricultura e Pecuária mato-grossense apóia a retirada do Estado da área. Para o presidente Rui Prado, a inclusão de Mato Grosso na Amazônia é “equivocada”. “As pessoas que acompanham a mídia ligam Mato Grosso com Amazônia. E isso não é a realidade”, diz. A aprovação, para Prado, poderia amenizar a “pressão de ONGs na atividade” agrícola. A federação do setor no Maranhão também aprova a idéia.

O biólogo americano naturalizado brasileiro Charles Clement, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas de Amazônia, ligado ao governo federal, diz que uma eventual sanção da proposta teria uma repercussão internacional muito negativa, justamente em um momento em que o Brasil já se sente pressionado na área ambiental. O desmatamento é a principal fonte brasileira de gases do efeito estufa.

Para Clement, uma mudança também teria conseqüências graves sobre o cerrado, que é o bioma líder em destruição nas últimas décadas.

O governo do Tocantins também é contrário ao plano. Marcelo Falcão, presidente interino do órgão ambiental do Estado, diz que aumentaria o “desgaste ambiental” e desorganizaria a produção agrícola local.

Desenvolvimentismo

O conceito de Amazônia Legal foi criado na década de 1950 pelo governo federal. A divisão foi feita para organizar investimentos e ações na floresta. Em 2001, uma medida provisória determinou que propriedades rurais nos Estados incluídos no conceito passassem a ter reservas naturais de 80%.

Para Angelo Mazola, da Federação da Agricultura do Tocantins, a alteração criou uma “distorção”. “O conceito [de Amazônia Legal] é desenvolvimentista e não ambiental. Não temos características de floresta amazônica no Estado”, diz.

a biodiversidade da floresta amazônica, a destruição da floresta amazônica, a devastação da floresta amazônica, a fauna da floresta amazônica, a flora da floresta amazônica, a floresta amazônica, a importancia da floresta amazônica, a importância da floresta amazônica, a importância da floresta amazônica no regime de chuvas, a preservação da floresta amazônica, a primeira reserva internacional da floresta amazônica, a vegetação da floresta amazônica, amazônia floresta, animais amazonica, animais da floresta amazônica, animais em extinção da floresta amazônica, animais em extinção na floresta amazônica, animais na floresta amazônica, animais que vivem na floresta amazônica, aquecimento global floresta amazônica, aquecimento global na floresta amazônica, arvores amazonica, arvores da floresta amazônica, as riquezas da floresta amazônica, aves amazonica, aves da floresta amazônica, bichos da floresta amazônica, biodiversidade amazonica, biodiversidade da floresta amazônica, biodiversidade na floresta amazônica, bioma amazonica, bioma da floresta amazônica, bioma floresta amazônica, biopirataria na floresta amazônica, caatinga amazonica, caracteristicas da floresta amazônica, características da floresta amazônica, clima amazonica, clima da floresta amazônica, como preservar a floresta amazônica, conservação da floresta amazônica, curiosidades da floresta amazônica, curiosidades sobre a floresta amazônica, degradação da floresta amazônica, desmatamento amazonica, desmatamento da floresta amazônica, desmatamento floresta amazônica, desmatamento na floresta amazônica, desmatação da floresta amazônica, destruição amazonica, destruição da floresta amazônica, destruição floresta amazônica, devastação amazonica, devastação ambiental da floresta amazônica, devastação ambiental na floresta amazônica, devastação ambiental que ocorre na floresta amazônica, devastação da floresta amazônica, devastação floresta amazônica, devastação na floresta amazônica, diversidade amazonica, ecologia amazonica, ecologia da floresta amazônica, ecossistema amazonica, ecossistema da floresta amazônica, ecossistema floresta amazônica, espécies da floresta amazônica, estados da floresta amazônica, exploração amazonica, exploração da floresta amazônica, extensão da floresta amazônica, extinção da floresta amazônica, extinção floresta amazônica, extinção na floresta amazônica, fauna amazonica, fauna da floresta amazônica, figuras da floresta amazônica, flora amazonica, flora da floresta amazônica, floresta amazonas, floresta amazonica, floresta amazônica, floresta amazônica 2007, floresta amazônica animais, floresta amazônica antes, floresta amazônica atualmente, floresta amazônica biodiversidade, floresta amazônica brasil, floresta amazônica brasileira, floresta amazônica características, floresta amazônica clima, floresta amazônica em extinção, floresta amazônica eo aquecimento global, floresta amazônica espécies, floresta amazônica fauna, floresta amazônica flora, floresta amazônica hoje, floresta amazônica imagens, floresta amazônica importância, floresta amazônica localização, floresta amazônica no brasil, floresta amazônica pulmão do mundo, floresta amazônica villa lobos, floresta amazônica wikipédia, floresta brasileira, floresta brasileiras, floresta caatinga, floresta campos, floresta caracteristicas, floresta cerrado, floresta da amazonia, floresta da amazônia, floresta desmatamento, floresta do brasil, floresta equatorial amazônica, floresta fauna, floresta flora, floresta mangue, floresta mata atlantica, floresta mata atlântica, floresta pantanal, floresta queimadas, floresta tropical, floresta tropical amazônica, floresta vegetação, foto da floresta amazônica, foto floresta amazônica, fotos da floresta amazônica, fotos floresta amazônica, geografia amazonica, habitantes da floresta amazônica, história da floresta amazônica, hotel floresta amazônica, imagens amazonica, imagens da floresta amazônica, importancia da floresta amazônica, importância da floresta amazônica, importância da floresta amazônica no regime de chuvas, informações sobre a floresta amazônica, lendas da floresta amazônica, localização da floresta amazônica, mapa da floresta amazônica, mapa floresta amazônica, mapas da floresta amazônica, mata amazonica, mata atlantica amazonica, matas amazonica, o clima da floresta amazônica, o desmatamento da floresta amazônica, o desmatamento na floresta amazônica, o que é floresta, o que é floresta amazônica, onde fica a floresta amazônica, onde se localiza a floresta amazônica, os animais da floresta amazônica, os povos da floresta amazônica, paisagem amazonica, paisagem floresta, plantas amazonica, plantas da floresta amazônica, plantas medicinais da floresta amazônica, pluviométrica na floresta amazônica, poluição da floresta amazônica, população da floresta amazônica, povos da floresta amazônica, precipitação pluviométrica na floresta amazônica, preservar a floresta amazônica, preservação amazonica, preservação da floresta amazônica, preservação floresta amazônica, primeira reserva internacional da floresta amazônica, primeiros habitantes da floresta amazônica, problemas ambientais da floresta amazônica, problemas da floresta amazônica, problemas na floresta amazônica, proteção da floresta amazônica, qual a importancia da floresta amazônica, qual a importância da floresta amazônica, qual a importância da floresta amazônica no regime de chuvas, queimadas da floresta amazônica, queimadas na floresta amazônica, região da floresta amazônica, relevo da floresta amazônica, rios amazonica, rios da floresta amazônica, riquezas da floresta amazônica, situação atual da floresta amazônica, situação da floresta amazônica, sobre a floresta amazônica, tamanho da floresta amazônica, tipos de vegetação da floresta amazônica, tudo sobre a floresta amazônica, tudo sobre floresta amazônica, vegetais da floresta amazônica, vegetação amazonica, vegetação da floresta amazônica, vegetação floresta amazônica, rea amazonica, rea da floresta amazônica, rvores da floresta amazônica, ndios da floresta amazônica

a biodiversidade da floresta amazônica, a destruição da floresta amazônica, a devastação da floresta amazônica, a fauna da floresta amazônica, a flora da floresta amazônica, a floresta amazônica, a importancia da floresta amazônica, a importância da floresta amazônica, a importância da floresta amazônica no regime de chuvas, a preservação da floresta amazônica, a primeira reserva internacional da floresta amazônica, a vegetação da floresta amazônica, amazônia floresta, animais amazonica, animais da floresta amazônica, animais em extinção da floresta amazônica, animais em extinção na floresta amazônica, animais na floresta amazônica, animais que vivem na floresta amazônica, aquecimento global floresta amazônica, aquecimento global na floresta amazônica, arvores amazonica, arvores da floresta amazônica, as riquezas da floresta amazônica, aves amazonica, aves da floresta amazônica, bichos da floresta amazônica, biodiversidade amazonica, biodiversidade da floresta amazônica, biodiversidade na floresta amazônica, bioma amazonica, bioma da floresta amazônica, bioma floresta amazônica, biopirataria na floresta amazônica, caatinga amazonica, caracteristicas da floresta amazônica, características da floresta amazônica, clima amazonica, clima da floresta amazônica, como preservar a floresta amazônica, conservação da floresta amazônica, curiosidades da floresta amazônica, curiosidades sobre a floresta amazônica, degradação da floresta amazônica, desmatamento amazonica, desmatamento da floresta amazônica, desmatamento floresta amazônica, desmatamento na floresta amazônica, desmatação da floresta amazônica, destruição amazonica, destruição da floresta amazônica, destruição floresta amazônica, devastação amazonica, devastação ambiental da floresta amazônica, devastação ambiental na floresta amazônica, devastação ambiental que ocorre na floresta amazônica, devastação da floresta amazônica, devastação floresta amazônica, devastação na floresta amazônica, diversidade amazonica, ecologia amazonica, ecologia da floresta amazônica, ecossistema amazonica, ecossistema da floresta amazônica, ecossistema floresta amazônica, espécies da floresta amazônica, estados da floresta amazônica, exploração amazonica, exploração da floresta amazônica, extensão da floresta amazônica, extinção da floresta amazônica, extinção floresta amazônica, extinção na floresta amazônica, fauna amazonica, fauna da floresta amazônica, figuras da floresta amazônica, flora amazonica, flora da floresta amazônica, floresta amazonas, floresta amazonica, floresta amazônica, floresta amazônica 2007, floresta amazônica animais, floresta amazônica antes, floresta amazônica atualmente, floresta amazônica biodiversidade, floresta amazônica brasil, floresta amazônica brasileira, floresta amazônica características, floresta amazônica clima, floresta amazônica em extinção, floresta amazônica eo aquecimento global, floresta amazônica espécies, floresta amazônica fauna, floresta amazônica flora, floresta amazônica hoje, floresta amazônica imagens, floresta amazônica importância, floresta amazônica localização, floresta amazônica no brasil, floresta amazônica pulmão do mundo, floresta amazônica villa lobos, floresta amazônica wikipédia, floresta brasileira, floresta brasileiras, floresta caatinga, floresta campos, floresta caracteristicas, floresta cerrado, floresta da amazonia, floresta da amazônia, floresta desmatamento, floresta do brasil, floresta equatorial amazônica, floresta fauna, floresta flora, floresta mangue, floresta mata atlantica, floresta mata atlântica, floresta pantanal, floresta queimadas, floresta tropical, floresta tropical amazônica, floresta vegetação, foto da floresta amazônica, foto floresta amazônica, fotos da floresta amazônica, fotos floresta amazônica, geografia amazonica, habitantes da floresta amazônica, história da floresta amazônica, hotel floresta amazônica, imagens amazonica, imagens da floresta amazônica, importancia da floresta amazônica, importância da floresta amazônica, importância da floresta amazônica no regime de chuvas, informações sobre a floresta amazônica, lendas da floresta amazônica, localização da floresta amazônica, mapa da floresta amazônica, mapa floresta amazônica, mapas da floresta amazônica, mata amazonica, mata atlantica amazonica, matas amazonica, o clima da floresta amazônica, o desmatamento da floresta amazônica, o desmatamento na floresta amazônica, o que é floresta, o que é floresta amazônica, onde fica a floresta amazônica, onde se localiza a floresta amazônica, os animais da floresta amazônica, os povos da floresta amazônica, paisagem amazonica, paisagem floresta, plantas amazonica, plantas da floresta amazônica, plantas medicinais da floresta amazônica, pluviométrica na floresta amazônica, poluição da floresta amazônica, população da floresta amazônica, povos da floresta amazônica, precipitação pluviométrica na floresta amazônica, preservar a floresta amazônica, preservação amazonica, preservação da floresta amazônica, preservação floresta amazônica, primeira reserva internacional da floresta amazônica, primeiros habitantes da floresta amazônica, problemas ambientais da floresta amazônica, problemas da floresta amazônica, problemas na floresta amazônica, proteção da floresta amazônica, qual a importancia da floresta amazônica, qual a importância da floresta amazônica, qual a importância da floresta amazônica no regime de chuvas, queimadas da floresta amazônica, queimadas na floresta amazônica, região da floresta amazônica, relevo da floresta amazônica, rios amazonica, rios da floresta amazônica, riquezas da floresta amazônica, situação atual da floresta amazônica, situação da floresta amazônica, sobre a floresta amazônica, tamanho da floresta amazônica, tipos de vegetação da floresta amazônica, tudo sobre a floresta amazônica, tudo sobre floresta amazônica, vegetais da floresta amazônica, vegetação amazonica, vegetação da floresta amazônica, vegetação floresta amazônica, rea amazonica, rea da floresta amazônica, rvores da floresta amazônica, ndios da floresta amazônica

Bem Vindos

Nossa floresta se encontra em um situação crítica,  é nossa obrigação buscar soluções para evitar ainda mais sua derrubada, por esse e outros motivos estas palavras vem sido mutio buscadas na internet:

amazonia, amazônia, floresta amazonia, amazonia celular, a amazonia, desmatamento da amazonia, animais da amazonia, desmatamento na amazonia, a amazônia, povos da amazonia, lendas da amazonia, amazonia para sempre, portal amazonia, desmatamento da amazônia, fotos da amazonia, indios da amazonia, sobre a amazonia, rios da amazonia, amazonia azul, plantas da amazonia, desmatamento na amazônia, desmatamento amazonia, www amazonia, animais da amazônia, floresta amazônia, povos da amazônia, flora da amazonia, amazonia jornal, mapa da amazonia, amazonia brasileira, amazônia celular, diario da amazonia, historia da amazonia, biodiversidade da amazonia, fauna da amazonia, sobre amazonia, amazonia hoje, pantanal, amazonas, turismo, floresta amazonica, floresta amazônica, desmatamento, biopirataria, desenvolvimento sustentavel, biodiversidade, desenvolvimento sustentável, ibama, região norte, queimadas, mata atlantica, ecossistema, impactos ambientais, regiao norte, extrativismo, queimadas na amazonia, cultura da amazonia, lendas da amazônia, importancia da amazonia, amazonia com br, www amazonia com br, portal da amazonia, preservação da amazonia, amazonia internacional, o desmatamento da amazonia, amazonia com, clima da amazonia, tudo sobre a amazonia, internacionalização da amazônia, peixes da amazonia, riquezas da amazonia, plantas medicinais da amazonia, amazônia azul, preservação da amazônia, www amazonia com, problemas da amazonia, biopirataria na amazonia, universidade da amazonia, internacionalização da amazonia, aquecimento global na amazonia, indios na amazonia, amazônia brasileira, rios da amazônia, minisserie amazonia, amazonia fotos, população da amazonia, plantas da amazônia, flora da amazônia, sobre a amazônia, fotos da amazônia, indigenas da amazonia, destruição da amazonia, comidas tipicas da amazonia, imagens da amazonia, arvores da amazonia, a importancia da amazonia, mapa da amazônia, amazonia org, folclore da amazonia, fraternidade amazonia, campanha da fraternidade amazonia, vegetação da amazonia, amazonia 2007, economia da amazonia, devastação da amazonia, população da amazônia, fauna da amazônia, biodiversidade da amazônia, mitos da amazonia, animais em extinção na amazonia, minissérie amazônia, povos indigenas da amazonia, balsamo da amazonia, ndios da amazônia, frutas da amazonia, história da amazônia, amazonia animais, amazonia de aaz, estado da amazonia, tribos da amazonia, desmatamento amazônia, queimadas na amazônia, amazonia fauna, povo da amazonia, curiosidades da amazonia, amazônia para sempre, os povos da amazonia, cultura da amazônia, destruição da amazônia, amazonia globo, mapa amazonia, amazônia internacional, tribos indigenas da amazonia, devastação da amazônia, sos amazonia, animais na amazonia, relevo da amazonia, amazonia ocidental, vegetação da amazônia, habitantes da amazonia, animais em extinção na amazônia, preservaçao da amazonia, a floresta amazonia, aves da amazonia, musica amazonia, populaçao da amazonia, portal amazônia, o desmatamento na amazonia, biodiversidade na amazonia, ocupação da amazonia, seca na amazonia, riquezas da amazônia, cd amazonia, estados da amazonia, tudo sobre amazonia, miniserie amazonia, amazônia hoje, o desmatamento da amazônia, o que é amazonia, clima da amazônia, destruiçao da amazonia, ocupação da amazônia, plantas medicinais da amazônia, amazonia org br, problemas da amazônia, projeto amazonia, bichos da amazonia, extinção na amazonia, desmatamento da floresta amazonica, fotos da floresta amazonica, floresta atlantica, amazonia, cerrado, caatinga, pantanal, campanha da fraternidade

Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.